domingo, 9 de março de 2014

Aprender a viver - Os sentimentos também são aprendidos

*Imagem retirada do site http://elusapaz.blogspot.pt/
No lugar onde nasci, quando alguém morre, os familiares  vestiam-se de preto da cabeça aos pés, as mulheres punham um lenço na cabeça e um xaile de lã pelas costas (mesmo que estivéssemos no pico do verão), deixavam de pintar o cabelo e se usassem dentaduras postiças tiravam-nas. Se o falecido fosse o marido, isto durava toda a sua vida. Para além disto, deixavam de ir a festas, ouvir qualquer tipo de música, e até rir num convívio social. A vida praticamente acabava, quer se gostasse muito ou pouco da pessoa falecida.
Esta forma de comportamento, imposta pela tradição, educava para a tristeza, na medida em que, após a morte de alguém, era imperativo que também os vivos morressem para a vida, pois não lhes era permitido lutar contra isso. "Deverás sofrer", era o que implicitamente lhes era ensinado.
Quando cresci e me afastei daquele lugar, estes ensinamentos ficaram marcados no meu inconsciente. Perante um acontecimento triste, eu deveria ficar triste, ao invés de lutar para me sentir melhor. Ora isso teve como consequência que a depressão se instalasse, que me sentisse de certa forma "amarrada" àquele acontecimento para sempre, em vez de procurar uma solução que me devolva a alegria. Sempre que o instinto me levava a procurar essa tal solução, um sentimento de culpa apoderava-se de mim. Tudo isto se passava a nível inconsciente, eu nem me apercebia do que estava a acontecer. 
O ser humano é feliz por natureza. Força-lo, por força do que aprendemos, a ser triste, gera uma grande contradição dentro de nós, leva a uma luta interna que se traduz em depressões, ansiedade, angústia. É muito difícil cortar com tudo aquilo que aprendemos, por vezes durante toda a vida. Por vezes achamos que aquilo é que é certo e que todas as outras formas de comportamento estão erradas, o que torna a tarefa ainda mais difícil. Mas se não o fizermos, será muito complicado seguir o caminho da felicidade.

4 comentários:

LivingExodus disse...

Acessem este blog que trás uma experiência sobre o assunto: http://merylivingexodus.blogspot.com.br/

Anónimo disse...

oi , meu nome é Nayara , sou dona na pagina do Facebook :
Minhas Palavras Sobre a Vida :
https://www.facebook.com/pages/Minhas-Palavras-sobre-a-vida/235431523142041?hc_location=timeline


e estou aqui para oferecer literalmente um ombro amigo , como vinha recebendo em meu e-mail pessoalmente muito pedidos de conselhos amorosos , dicas para conquistar a pessoa amada ou qual profissão seguir ... decidi criar um e-mail especialmente pra isso

aquivocetemvoz@hotmail.com

Se precisar de alguém pra ouvir o que tem a dizer ou souber de alguém que precisa , fique a vontade para compartilhar .

Até Breve .

Anónimo disse...

Não sei onde postar, mas queria depor:
Como disse uma amiga: "Sabe, não é difícil desejar partir, pq o mundo é muito tenso."...E eu digo que é mesmo, muita gente está aí pra te julgar, pra te esquecer na hora que você só precisa de um abraço, pra só ver o que você expõe e não o que realmente sente, o que realmente importa.
A respeito de um suicídio, antes de julgar, lembre-se de que é preciso muita coragem pra isso, é uma euforia, um estado de espírito incontrolável e desesperador, você que nunca se sentiu a pessoa mais sozinha do mundo, não vai conseguir entender, o vazio e a solidão que é viver esses momentos, mas deixa eu te contar uma coisa:
Parece a saída! E quando se estuda, se entende o "amor que há além da vida" as coisas mudam, o travesseiro que antes tampava o rosto e abafava as lágrimas, te deixando cada minuto mais sufocada e sem ar, passa a ser apenas um apoio para o sono, as unhas que antes eram pra tentar de alguma forma, te fazer sentir mais dor por fora, pra sumir com a dor da alma, passa a ser uma forma de fazer cócegas pra sorrir... Eu sei disso, porque tudo que você leu, eu vivi!
Então deixa eu contar uma última coisa e a mais importante, sem clichê, de coração pra você:
DEUS É MARAVILHOSO POR TE DAR PRESENTES TODOS OS DIAS, POR TE FAZER QUERER VIVER E APRENDER O BEM, POR TE AMAR E NUNCA, NUNCA TE DEIXAR SOZINHO, PORQUE COLOCA PESSOAS QUE TE AMAM DE VERDADE NO CAMINHO, QUE TE AJUDAM A NÃO DESISTIR, ENTÃO, NÃO DESISTA, ORE, VIBRE, CREIA... CUSTE O QUE CUSTAR, PORQUE DEUS MERECE SEU SORRISO, ELE CONHECE O SEU CORAÇÃO E AMA VOCÊ!
Você vai ver, como o bem só faz bem pra você, eu ganhei o melhor presente que sonhei e graças a Deus... EU VIVI!

Olhar Bipolar disse...

Minha família também é assim, viciados em tristeza, lamúrias desgraças, adoram assistir programas sensacionalistas na tv e adoram aumentar doenças.