domingo, 17 de maio de 2015

O silencio é como uma parede que divide


Resultado de imagem para silencioDetesto silêncio! O silêncio da não-comunicação mais do que o silêncio da solidão. No primeiro o sofrimento é duplo, porque está alguém contigo mas existe uma barreira invisível que tu não consegues entender; no segundo, tu sabes que o silêncio é consequência natural de não teres ninguém com quem comunicar.
O silencio é repelente. Leva as pessoas a procurar outros meios de quebrar o silêncio. Meios nem sempre os que quer, nem sempre os mais correctos. A parede invisível funciona exactamente como uma parede de cimento: divide, torna o outro inacessível. Se não falam contigo, se tudo o que tens para dizer não interessa ao outro, isto é a semente do silêncio.

O silencio é ensurdecedor. Grita tão alto que fere os teus ouvidos como nenhum outro som. Se calhar por isso procurar ouvir música, não consegues parar por um instante, para não teres que ouvir o seu som.
O silêncio mata. Mata relações, mata pessoas, mata negócios, mata o amor. Não passa de um assassino.
Muitas pessoas não sabem que estão a ser vítimas deste silêncio. Sabem quando é que não estamos a sê-lo? Quando paramos todos os sons, a ponto de conseguirmos ouvir-nos a nós mesmos, e sentirmos-nos bem, ao invés de angustiados. Quando desligamos o rádio ou a tv e não sentimos falta deles. Quando damos a mão ao nosso/a companheiro/a, filho/a, pai/mãe, etc, e olhamos nos olhos e sorrimos, porque sabemos que fomos ouvidos e que nos ouviram, mesmo sem dizer uma palavra.

2 comentários:

Rafael Bispo disse...

O silêncio é a pior coisa que eu posso ouvir. Quando todas os sons se vão, quando a tv e o rádio não mais funcionam, quando todas as vozes ao meu redor se calam e coloco a cabeça no travesseiro, ouço vozes. Uma voz conhecida, porém não sei se é a minha pois me diz coisas que eu sei, porém não entendia. Esclarece situações passadas, e situações presentes; Me fazem "enxergar" a realidade que procuro ver distorcida e tudo o que eu sinto é dor. Então levanto e ligo a tv. Preciso calar o silêncio. Só assim eu sobrevivo, porque não mais vivo. Quando vejo a realidade, a dor é tanta que nem a razão tem sentido. Não consigo pensar e até respirar se torna sufocante.

Black Crow disse...

Eu me acostumei com o silêncio e até gosto, as pessoas não estão dispostas a ouvir, falam mais do que ouvem, então é melhor eu ficar quieto em algum canto escuro.