segunda-feira, 1 de outubro de 2012

10 de Outubro - Dia Mundial da Saúde Mental


 São cerca de  450 milhões de pessoas que em todo o mundo sofre de algum tipo de perturbação mental ou de conduta. Entre elas,  a depressão é a que maior percentagem ocupa, e é já considerada a maior causa de incapacidade, temporária ou permanente. Verificou-se ao longo das últimas décadas, principalmente no mundo ocidental, mudança de paradigma demasiado rápida para a qual não houve tempo para as pessoas se adaptarem. Quem apanhou o comboio, tudo bem, quem não o apanhou foi atropelado por ele. Estas mudanças ocorreram no sentido de aumentar as exigências e as preocupações: já não basta trabalhar, têm que se ser o melhor, mais produtivo, novos métodos de ensino preparam as crianças e os jovens para um mundo agressivo, onde o que têm que fazer é competir para sobreviver, ter saúde tornou-se quase uma moda. Portugal tem um Plano Nacional para a Saúde Mental. Mas só funciona quando as doenças já estão adquiridas. É um bom começo, mas o foco está no aspecto terapêutico, quando devia estar também no preventivo. Prevenir, parece se coisa com que ninguém está preocupado.

O Dia Mundial da Saúde Mental, que se comemora a 10 de Outubro, foi instituído justamente para que as pessoas tomem mais consciência da dimensão deste flagelo. O tema para este ano é "Depressão: uma crise global". Nesta altura em que tanto se fala de crise a todos os níveis, vinha mesmo a calhar. Por todo o país irão ser tomadas iniciativas como seminários, colóquios, entre outros de expressão mais lúdica.

Portugal tem um Plano Nacional para a Saúde Mental. Mas só funciona quando as doenças já estão adquiridas. É um bom começo, mas o foco está no aspecto terapêutico, quando devia estar também no preventivo. Prevenir, parece se coisa com que ninguém está preocupado.

Esperamos que não seja só neste dia que se reflicta sobre este tema. Ele está de tal forma presente na nossa sociedade que se calhar justificaria que se fizesse o mesmo nos outros 364



Sem comentários: